A série The Witcher, da Netflix, está adaptando os livros originais escritos por Andrzej Sapkowski, mas no quesito visual há uma forte influência dos games da CD Projekt Red.

Dessa forma, em entrevista ao ComicBook, foi perguntado à showrunner Lauren Hissrich se o público gamer, que não conhece a série literária, irá curtir o programa.

Olha, eu também joguei os games, mas nossas histórias estão realmente vindo dos livros. E sim, é uma preocupação, será que a série de TV será boa para os fãs dos jogos? Eu absolutamente acho que sim. Se você pensar em como as adaptações funcionam, os jogos são adaptações do mesmo material de origem que estamos usando. Se você joga e ama os personagens e os tipos de histórias que encontra lá, eu acho que você vai amar a série também.

O elenco conta com Henry Cavill como Geralt, Anya Chalotra como Yennefer, Freya Allan como Ciri, Jhodi May como Rainha Calante, Mimi Ndiweni como a feiticeira Fringilla Vigo, Therica Wilson-Read como Sabrina, Millie Brady como Princesa Renfri, Adam Levy como Mousesack, Björn Hlynur Haraldsson como Rei Eist e MyAnna Buring como Tissaia.

Sinopse da série: A trama gira em torno do bruxo Geralt (Henry Cavill), um caçador de monstros que se livra de enormes pestes por um bom dinheiro. Mutante, ele luta para encontrar seu lugar em um mundo no qual as pessoas frequentemente se mostram mais cruéis do que as criaturas que ele enfrenta. O bruxo também tem uma filha adotiva, a Ciri, personagem importante nos livros e jogos que também atua como uma guerreira e feiticeira.

The Witcher estreia na Netflix ainda neste ano.