PLANTÃO

Warner Bros. divulga nota oficial sobre polêmica em "Coringa"


A Warner Bros. acaba de divulgar uma nota oficial onde aborda a polêmica em torno de Coringa, sua próxima produção. Desde sua exibição no Festival de Veneza, o filme vem sofrendo críticas e considerado “perigoso” e até “tóxico” por alguns veículos internacionais.

Não se engane: Coringa, que se trata de um personagem ficcional, e nem o filme em si são referências à violência do mundo real de qualquer tipo. Não é a intenção dos criadores e do estúdio fazer com que esse personagem seja olhado como um herói.

Recentemente, foi confirmado que Coringa não será exibido no Century Aurora, cinema que ficou marcado pelo atentado na pré-estreia de Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, em 2012, deixando 12 vítimas. Os familiares das vítimas enviaram uma carta ao estúdio, dizendo que todos vivem com um constante sentimento de dor e sofrimento, e alegaram que a história do novo filme é "preocupante".

O atendado de 2012, causado por um indivíduo que também se sentia injustiçado e isolado pela sociedade, mudou o curso das nossas vidas. Quando descobrimos que a Warner Bros. estava lançando um filme chamado Coringa e que esse personagem ganharia uma história de origem ‘simpática’, ficamos congelados. - diz um trecho da carta.

Sinopse do longa: "Arthur Fleck (Joaquin Phoenix) trabalha como palhaço para uma agência de talentos e, toda semana, precisa comparecer a uma agente social, devido aos seus conhecidos problemas mentais. Após ser demitido, Fleck reage mal à gozação de três homens em pleno metrô e os mata. Os assassinatos iniciam um movimento popular contra a elite de Gotham City, da qual Thomas Wayne (Brett Cullen) é seu maior representante."

Coringa chega aos cinemas brasileiros no dia 03 de outubro, com direção de Todd Phillips. O elenco conta com Joaquin Phoenix, Robert De Niro, Zazie Beetz, Brett Cullen, Shea Whigham, e Marc Maron.




Nenhum comentário