PLANTÃO

Novo episódio de "Supernatural" traz importantes mortes para a trama


"The Rupture", 3º episódio da 15ª temporada de Supernatural, foi sangrento e cheio de lágrimas, com Arthur Ketch e Rowena MacLeod caindo na batalha contra Deus. Em sua cama de hospital após os eventos do episódio anterior, Ketch se viu cara a cara com Ardat, que estava com raiva por ele não ter matado Belphegor.

No conflito, Ketch tentou matar Ardat com uma lâmina de anjo, mas não funcionou. Depois de perceber e confirmar que Ketch está protegendo seus amigos e não há como fazê-lo desistir deles, Ardat arrancou o coração de Arthur e o esmagou.

Isso foi um pouco mais brutal do que como vimos Rowena, mas não mais visceral – especialmente porque a bruxa, mais conhecida por suas encantadoras e maliciosas saudações aos Winchesters, foi embora com as palavras finais “Adeus, meninos”.

No episódio, Belphagor (o demônio dentro do corpo de Jack Kline) estava tentando sugar todas as almas do Inferno para si mesmo, tornando-se essencialmente onipotente. Ele correu contra o poder de Castiel e, brevemente, tentou se salvar fingindo ser Jack. Isso não funcionou, e Cas derrubou o demônio. Com todo o inferno literalmente pronto para se libertar, Rowena se sacrificou para lançar um feitiço que sugaria as almas para seu corpo.

Se isso significa que ela realmente irá para o Inferno ou, de alguma forma, será o Inferno, é uma incógnita neste momento. Depois de ter construído um relacionamento próximo nas últimas duas temporadas, Rowena disse a Sam, “deve ser você quem me mata”, o que ele fez, com grande relutância, na esperança de salvar Dean e o mundo.

A 15ª temporada de Supernatural já está em exibição nos EUA. No Brasil, a série é transmitida pelo canal pago Warner Channel.


Nenhum comentário