PLANTÃO

Viola Davis, de "Esquadrão Suicida", defende os filmes de super-heróis


Durante participação no Rome Film Festival, Viola Davis comentou sobre a polêmica envolvendo filmes baseados em quadrinhos, criada pelo cineasta Martin Scorsese há algumas semanas. A atriz, que faz parte da franquia de Esquadrão Suicida, defendeu o gênero.

"Acredito que Martin deu sua opinião sobre o assunto, que é algo totalmente válido. Mas, posso dizer que adoro um bom filme da Marvel. E adoro um bom filme da DC. Albert Einstein disse que imaginação é mais valiosa do que conhecimento. Se eu não tivesse imaginação, ainda seria a pequena Viola morando em Central Falls, Rhode Island. Minha imaginação me define. É onde posso escapar para um mundo infinito, um mundo que eu mesmo criei, e é lá onde a arte vive. A arte vive no mundo da imaginação. Pode ser qualquer coisa, tudo o que você quiser. É por isso que existem grandes pintores, grandes atores, grandes roteiristas. Penso que existe espaço para todos nós nesse mundo."

Vale lembrar que o próprio Scorsese decidiu 'voltar atrás' nos comentários iniciais, declarando que os filmes baseados em quadrinhos são uma nova forma de arte, e um tipo diferente de cinema, até admitindo que muitos são bem produzidos em todos os níveis.

Viola Davis participará do reboot O Esquadrão Suicida, que chega aos cinemas em agosto de 2021, com direção e roteiro de James Gunn, de Guardiões da Galáxia.

Nenhum comentário