Subscribe Us

Header Ads

Diretor diz que Warner Bros. não acreditava em "Constantine"


No painel de aniversário de 15 anos de Constantine na San Diego Comic-Con, o diretor Francis Lawrence (de Jogos Vorazes) revelou que a Warner Bros. não acreditava no longa na época de sua produção. Para o cineasta, o longa só entrou no radar após a divulgação de seu primeiro corte:

A Warner não se importava muito com o filme na época, mas isso mudou quando eles viram o primeiro corte, o que foi uma coisa incrível de se ver.

Revelando que houve uma transição de poder no estúdio, na época de gravações, Lawrence disse que os executivos "não tinham muita fé. Eu não estava sendo notado pelo estúdio por nada que estava fazendo".

O roteirista Akiva Goldsman reforçou o argumento, dizendo que isto provavelmente era motivado pela estranheza do longa:

Estávamos fazendo algo que era esquisito, era estiloso, era horror e era HQ (...) era atípico.
 
Lawrence continuou, explicando o nervosismo de revelar o primeiro corte, e o resultado disso:

Eu lembro que juntamos um corte de 25 minutos e mostramos, acho que foi o momento em que fiquei mais nervoso na produção inteira, e mostramos para os executivos e a nova presidência da Warner e ali tudo mudou. Do nada entramos no radar deles, eles ficaram animados.

 Os fãs do personagem estão pedindo por uma continuação do longa. E se aprovada a sequência, o único problema seria com a agenda de Keanu Reeves, que atualmente está gravando Matrix 4 e já tem período para gravar John Wick 4.


Postar um comentário

0 Comentários