Advertisement

Responsive Advertisement

Final original de "The Last of Us Part II" seria 'muito mais sombrio'


Maior lançamento da história do PlayStation 4, The Last of Us Part II recebeu aclamação da crítica, no entanto, dividiu opiniões entre os fãs. E um dos pontos principais dessas discussões envolve a luta final entre Ellie e Abby. Existem aqueles que defendem a ideia de que Ellie deveria ter matado Abby. Ou então, que essa opção fosse colocada no jogo.

Durante entrevista ao Game Informer, Neil Druckmann comentou sobre o final original, considerado muito mais sombrio para a protagonista.

No início, Ellie iria matar Abby, pois pensei que deixa-la viva parecia errado, considerando o tom do jogo. Mas, depois de pensar muito, o final que escolhemos é muito mais honesto para Ellie. E esse sempre foi nosso objetivo.

Hailey Gross também deu sua opinião. A líder de narrativa do jogo acredita que a decisão de matar Abby não seria nada benéfica para Ellie, muito pelo contrário, poderia trazer ramificações ainda piores na personalidade da protagonista.

Quando entrei no projeto, nós discutimos diferentes versões, e a principal era que Ellie mataria Abby naquele confronto. Decidimos mudar isso no meio da produção. Ellie tinha que deixa-la viva, pois só assim que os jogadores iriam sentir que uma parte da antiga Ellie continuava lá. A Ellie que foi impactada por Joel. A Ellie com sua humanidade. Nós tínhamos que mostrar que essa Ellie ainda estava dentro dessa pessoa totalmente tomada por ódio e vingança.

The Last of Us Part II está disponível no PlayStation 4.


Postar um comentário

0 Comentários