De acordo com Aaron Greenberg, gerente de Marketing da Xbox, o Xbox Game Pass não rende muito dinheiro para a empresa. A resposta veio quando perguntaram se as finanças da Microsoft estavam indo bem:

Rimos sempre que ouvimos isso. Por favor, não se preocupem conosco. A Microsoft ficará bem. Vamos conseguir, eu acredito nisso… É um pensamento diferente. Se você quer otimizar o lucro, basta pensar: como podemos tirar o máximo de lucro do consumidor?’ – Mas nosso pensamento é ‘Como podemos adicionar o máximo de valor aos nossos fãs?’ – Queremos construir fãs para a vida.
.
De acordo com Greenberg, apesar de não ter muito lucro com o serviço, a empresa acredita que valerá a pena ao decorrer do tempo:

As pessoas que assinam, continuarão conosco e vão querer chamar os amigos também. Pensamos que a longo prazo é o jeito mais certo e teremos benefício. Mas a curto prazo, não é uma jogada de muito lucro.

O Xbox Game Pass traz um serviço com uma biblioteca de 100 jogos disponíveis por uma assinatura, geralmente negociada a 1 real por mês (em promoções quase que constantes).