PLANTÃO

Produtor diz que "Star Trek: Strange New Worlds" terá formato episódico


Star Trek: Strange New Worlds, o próximo derivado de Star Trek: Discovery, deve começar as gravações ano que vem. Quando a obra for lançada, será um regresso ao estilo de narrativa clássica de Star Trek. Quem afirmou isso foi Alex Kurtzman, produtor de Star Trek, que diz que a série será estruturada no formato episódico clássico da série original, ainda que mantendo alguns dos elementos serializados das produções mais modernas, como a Discovery.

Creio que Strange New Worlds, sob a tutela de Henry Myers e Akiva Goldsman, vai ser um retorno, de certa forma, a TOS [Star Trek: The Original Series]. Teremos episódios que se fecham em si mesmo. Mas ao mesmo tempo o drama emocional será construído ao longo deles. Esses dois elementos colaborarão entre si. Haverá arcos maiores, mas de fato estamos visando aquele formato de alienígena da semana, planeta da semana, desafio na nave da semana com esses personagens da Enterprise pré-Kirk. Penso que as pessoas realmente gostam do otimismo inabalável que todos os três personagens têm. E também que eles estão mais jovens, antes de chegar ao ápice de suas carreiras. Com isso temos o Pike, que passou por um trauma extraordinário, pelo qual é famoso, em que ele sabe que vai morrer. A ideia é, como é que um personagem que sabe como vai morrer consegue viver de forma otimista e ainda lidera uma nave? Isso é uma ótima pergunta. Nunca vi uma série em que um personagem já soubesse disso. É preciso ser um cara extremamente otimista para falar algo do tipo ‘um dia eu vou acordar sabendo que é o dia de minha morte’ e ainda assim liderar os subordinados e buscar fazer com que todos alcancem o seu pleno potencial.

A ideia que Kurtzman apresenta parece estar em sintonia com o que Anson Mount discutiu durante o painel do universo Star Trek durante a Comic-Con at Home.

Creio que a coisa mais importante, obviamente, era ver o meu futuro, e quando você vê como tudo vai acabar e que não vai ser nada bonito, o que você faz com esse conhecimento? Imagino que exista mesmo uma razão para conhecermos apenas o nosso passado, pois somos uma espécie neurótica demais, e não saberíamos como nos comportar. Com isso, acho que a pergunta mais importante acaba sendo: ‘como você vai seguir em frente?’ Acho que o personagem vai tentar a todo custo encontrar a melhor forma de usar o que resta de sua vida pelo bem do mundo, do universo… Ele não está pensando nisso considerando a equipe toda, por enquanto, porque ainda está descobrindo como lidar com a situação e consigo mesmo, mas espero que ele aprenda a deixar outras pessoas ajudarem ele.

Anson Mount será o protagonista, enquanto Ethan Peck e Rebecca Romijn também retornam como Spock e Número Um, respectivamente.


Nenhum comentário