Advertisement

Responsive Advertisement

Patty Jenkins revela briga com a Warner por causa de 'Mulher-Maravilha 1984'


Patty Jenkins concedeu entrevista ao The NY Times e revelou outro desentendimento que teve com a Warner Bros. na produção de Mulher-Maravilha 1984. Originalmente, o filme iria estrear em dezembro de 2019, data que a diretora nunca concordou, e só depois de várias reuniões que foi feita a alteração para o verão norte-americano de 2020.

Por conta da pandemia de COVID-19, outros adiamentos aconteceram, culminando na data de 17 de dezembro deste ano no Brasil, e 25 de dezembro na América do Norte (diretamente no HBO Max).

"Nunca quis que o filme fosse lançado no inverno de 2019. Precisei lutar contra isso, porque o plano sempre foi lançá-lo no verão de 2020, mas na época, o estúdio não tinha nenhum grande filme em 2019. Eu estava no meio da produção de uma série de TV, e de repente, anunciaram a mudança da data, fazendo com que o tempo para finalizá-lo ficasse muito menor se comparado com o primeiro filme. Foi uma discussão que durou praticamente um ano inteiro, e acabei dirigindo apenas dois episódios dessa série de TV, pois precisei escrever um tratamento de 80 páginas do filme ao mesmo tempo. Finalmente, concordaram em mover a data de volta para 2020. Posso dizer que o resultado não seria bom se tivesse sido mantido em 2019."

Mulher-Maravilha 1984 já está em cartaz em diversos cinemas brasileiros.


Postar um comentário

0 Comentários