Advertisement

Responsive Advertisement

Amazonas teriam origem controvérsia em "Mulher-Maravilha"


A atriz Connie Nielsen revelou durante entrevista, que as Amazonas quase tiveram uma origem controversa em Mulher-Maravilha (2017), mas a diretora Patty Jenkins lutou contra. A atriz interpretou a Rainha Hipólita, e agora poderá ser vista em Liga da Justiça de Zack Snyder.

‎"Patty (Jenkins) sempre foi muito clara sobre as Amazonas, e o que elas deveriam ser. Originalmente, havia alguma ideia de que as Amazonas tinham sido profundamente traumatizadas por algum tipo de evento horrível que envolvia estupro em massa. Foi quando Patty disse, ‘Não. Não, não. Não vamos colocar isso no filme. Não queremos começar a vê-las como vítimas. Vamos nos livrar dessa parte e garantir que sejam heroínas em seus próprios termos. Elas são essas mulheres incrivelmente corajosas e não vamos selá-las com um trauma desde o início. Qual é a cultura delas? Por que são tão ferozes? O que significa viver em uma ilha onde não há homens?’ São essas coisas que quero explorar.’ Fazia muito sentido, sabe? Você precisava que elas tivessem um passado descomplicado, sem nenhum trauma, para poder aceitá-las como as heroínas que são."

Além de Mulher-Maravilha 3, um derivado das Amazonas está em desenvolvimento na Warner Bros., com Jenkins ficando responsável pelo roteiro e produção. Lembrando que a diretora assumirá o comando do novo longa de Star Wars, previsto para estrear em 2023.



Postar um comentário

0 Comentários