Subscribe Us

Header Ads

CRÍTICA | Liga da Justiça de Zack Snyder (2021, HBO Max)


Depois de três anos e quatro meses desde a estreia de Liga da Justiça nos cinemas, finalmente conseguimos ver a verdadeira visão do diretor Zack Snyder para o maior grupo de heróis dos quadrinhos. No último dia 18 de março, a Liga da Justiça de Zack Snyder foi lançada mundialmente pelo HBO Max e os fãs, depois de muito insistirem, agora já podem conferir tudo o que Snyder planejava para a sua Liga da Justiça lá em 2016, quando o primeiro teaser trailer do filme foi revelado.

E não é que a espera valeu a pena! O filme tem quatro horas e dois minutos de duração, algo que poderia ter sido dividido em duas ou três partes tranquilamente e ficaria menos cansativo de assistir. Mas mesmo sendo algo exaustivo para quem não é fã desses heróis, se torna algo plausivo de ser compreendido! Zack Snyder realiza aqui, o seu melhor trabalho a frente do Universo DC. Sem sombra de dúvidas, a sua visão é claramente explorada neste longa, onde o diretor tem a possibilidade de contar sua história no seu ritmo, sem pressão de cortar ou incluir cena por causa do estúdio.

Snyder continua elaborando belíssimas e bem executadas cenas com câmera lenta nos momentos de ação e adrenalina e coreografias bem elaboradas para os confrontos corpo a corpo. O roteiro é basicamente o mesmo do filme de 2017, com pouquíssimas alterações no tom e no sentido da narrativa: Batman reúne sua equipe de super-heróis para impedir que o Lobo da Estepe recupere as caixas matérias para transformar o mundo em um lugar caótico com o reinado do Darkseid - além disso, o time ainda ressuscita o Superman.

Claramente, é notável o grande trabalho executado aqui. Não é toa que Snyder tenha defendido a sua visão desde sempre. É perceptível que o diretor entende de seu conceito, de sua visão e de seu mundo criado lá em Homem de Aço, de 2013. Por outro lado, é compreensível a Warner Bros. ter barrado essa ideia desse universo compartilhado anos atrás. Talvez, a Liga da Justiça de Zack Snyder não funcionasse naquele momento ou naquele contexto onde o nosso mundo se encaixava. Mas, vendo esta visão em 2021, o filme chega em um momento alto para os filmes do gênero heróico. Ele se torna algo a mais, se torna algo a ser estudado e explorado a partir da visão de fãs e críticos.

Talvez naquela época, a Warner poderia ter adotado a estratégia de adiar o longa e dar mais tempo para Snyder terminar e elaborar melhor a sua visão. O filme apresentado pelo estúdio em 2017 foi vergonhoso para qualquer fã e traumático para qualquer fã de super-heróis. Mas o passado ficou para trás e hoje, temos uma versão digna para a Liga da Justiça. Uma versão que todo fã vai ter orgulho daqui alguns anos, em dizer: "estive lá para ver esta versão da Liga que foi a melhor possível naquele momento!".

Liga da Justiça de Zack Snyder é o grande êxito até aqui para o Universo DC. O filme se conecta diretamente com Batman vs. Superman: A Origem da Justiça (2016). Agora, mais do que qualquer momento do passado, este nome faz o enorme sentido. De fato, a origem da Justiça nasceu em 2016. Se conectarmos os dois filmes em um grande evento de mais de seis horas e meia de duração e dividi-los em uma série em episódios, teríamos a visão completa do nascimento e do épico poder que a Liga da Justiça tem.

Com certeza, Batman vs. Superman será olhado de outra forma a partir de agora. O filme poderá ser compreendido de um ponto de vista completo que Snyder tentou realizar. Esta Liga da Justiça é um presente para os fãs, mas também é um presente para a nossa memória afetiva com esses personagens. Claramente, ele anula qualquer sentimento ruim que o longa de 2017 nos deixou - ou nem consideramos mais que aquela tragédia, um dia, aconteceu.

Liga da Justiça de Zack Snyder faz com que o fã da DC e desse sexteto, olhe mais para frente, para um futuro melhor para estes personagens - mesmo que talvez não vejamos mais Zack Snyder a frente deste universo tão cedo. Temos aqui, a melhor versão do Batman, do Superman, da Mulher-Maravilha, do Flash, do Aquaman e do Ciborgue. Sim, o Ciborgue realmente é o coração dessa equipe. Sim, o Flash é mais carismático. Sim, o Aquaman realmente parte pra porrada e não tem medo de abusar de seus poderes. Sim, a Mulher-Maravilha é muito mais que um sorrisinho tímido para a câmera, ela realmente combate o crime e vai pra luta quando é necessária. Sim, o Batman está melhor compreendido aqui e entrega uma melhor performance nos combates corpo a corpo já vista neste universo de Zack Snyder. Sim, era necessário trazer o Superman de volta neste contexto apresentado por Snyder e temos a melhor versão do herói em live-action até então - com uniforme preto, com pancadaria sem limites e com um coração mais humano e menos robótico.

O longa é o Vingadores: Ultimato da DC Comics. Ele é bem amarrado, é grandioso, é longo (em termos de duração) e é ÉPICO - definitivamente ÉPICO e bem executado para a proposta que ele traz. Talvez o ponto negativo aqui, sejam os diálogos rasos que esta versão nos apresenta, mas isso não faz com que o filme perda o brilho, pelo contrário, quando peca na exposição de alguns diálogos ao longo de sua narrativa, o roteiro entrega uma sequência de ação que todo fã adora e somos presenteados com belíssimas coreografias de luta e jogos de câmera bem dirigidos.

Pra resumir, Liga da Justiça de Zack Snyder era o evento que todo fã gostaria de ver e finalmente, nós podemos conferir agora! Pra ressaltar, o longa ganha mais pontos quando você realmente se envolve com todo o drama vivido por Snyder em 2017 e todo o caminho que o filme levou para ver a luz do dia agora em 2021. E sobre este final: "ZACK, QUEREMOS MAIS! VOLTE AGORA MESMO!"





Postar um comentário

3 Comentários

  1. Man esse filme fico top pra caralho man muuita coisa q eu sentia q tava faltando completo tlgd recomendo a todos melhor 4 hrs da minha vida kkkkk(k)

    ResponderExcluir
  2. Man esse filme fico top pra caralho man muuita coisa q eu sentia q tava faltando completo tlgd recomendo a todos melhor 4 hrs da minha vida kkkkk(k)

    ResponderExcluir
  3. Man esse filme fico top pra caralho man muuita coisa q eu sentia q tava faltando completo tlgd recomendo a todos melhor 4 hrs da minha vida kkkkk(k)

    ResponderExcluir