Advertisement

Responsive Advertisement

REVIEW | 2ª temporada de 'Stargirl' começa forte, com suspense e mistério


A segunda temporada de Stargirl começou oficialmente no HBO Max. O episódio de estreia foi ao ar no serviço de streaming na semana passada, no dia 11 de agosto. E hoje (17), conto pra vocês qual foi a minha opinião sobre ele.

A SEGUIR, CONTÉM ALGUNS SPOILERS

"A nova temporada começa com uma pitada de terror/suspense. Segundo a atriz e estrela da série, Brec Bassinger, a nova temporada realmente terá mais pitadas de terror como 'IT: A Coisa' e 'A Hora do Pesadelo'. E logo no episódio de estreia, já sentimos um pouco desse gostinho, que na minha opinião, é bem vindo para a série. Abordar uma temática aterrorizante e misturá-la com super-herói, é algo novo e ambicioso, mesmo para os tempos atuais. Se na primeira temporada, as coreografias de luta e a ação deixaram um pouco a desejar, aqui, no episódio de estreia, Stargirl nos brinda com um dos melhores episódios de estreia de uma série de super-heróis de todos os tempos.

As atuações estão arrojadas, afinadas e o tom de mistério ajuda no caminhar da trama. Claro, o humor também está presente. A interação da Sociedade da Justiça da América (SJA) está mais entrosada do que nunca. Bassinger como Stargirl, Yvette Monreal como Pantera, Anjelika Washington como Doutora Meia-Noite e Cameron Gellman como Homem-Hora levam o clima estudantil americano à sério. É seguro dizer que o grupo de amigos/heróis realmente se conectou após os acontecimentos em Blue Valley. A cidade ainda é a mesma, mas o clima maduro e tenso entre os amigos, evoluí de forma satisfatória a narrativa da história.

O episódio tem muitos pontos positivos e poucos negativos. Talvez, o ponto negativo mais gritante até aqui, é o casal Patt Dugan (Luke Wilson) e Barbara Whitmore (Amy Smart) - os pais de Courtney, a Stargirl, e Mike Dugan (Trae Romano). Ambos tentam se encaixar na narrativa, mas os personagens patinam e acabam não entregando nada significativo para a trama.

Voltando a exaltar a qualidade da série, a introdução de Ysa Penarejo como Jade, filha do Lanterna Verde de Alan Scott, entrega a melhor cena de luta de toda a série. O duelo em questão, acontece já no fim do episódio, quando Jade resgata a lanterna de seu pai, guardada na casa de Courtney. A heroína e a herdeira de Alan acabam destruindo a cozinha e a sala de jantar da casa da protagonista, em uma luta emocionante.

Stargirl começou sua nova temporada com pontos altos, mas a pergunta é que fica: ela será capaz de nos manter focados até o final? Ou os roteiristas vão perder a mão assim como aconteceu com outras séries da DC?"

Texto por Matheus Bertolini


Postar um comentário

0 Comentários