Advertisement

Responsive Advertisement

Warner "destruiu" a empolgação de Val Kilmer em 'Batman Eternamente'


Em depoimento dado ao documentário Val, produzido pela A24 e com distribuição do Prime Vídeo, Val Kilmer teve a oportunidade de discutir seu período como Batman em Batman Eternamente.

Na época, o ator acreditava ter chegado no ponto mais alto da carreira, mas tudo foi pelos ares logo no início das filmagens.

"Eu estava em choque e descrença, pois pelos padrões de Hollywood, Batman é o papel principal e um sonho se tornando realidade‎‎. Aceitei o convite sem sequer ler o roteiro… Mas qualquer empolgação foi esmagada pela realidade do traje no início das filmagens. Quando você está nele, mal pode se mover e as pessoas têm que ajudá-lo a se levantar e sentar. Você também não pode ouvir nada e depois de um tempo as pessoas param de falar com você. Foi uma luta para mim conseguir uma performance além do uniforme. Percebi que meu papel no filme era apenas aparecer e ficar onde as pessoas apontavam."

Originalmente, Batman Eternamente seria a continuação de Batman: O Retorno (1992), mas a Warner Bros. decidiu que não queria mais a abordagem sombria do diretor Tim Burton, e por isso contratou Joel Schumacher pro cargo.

Batman Eternamente estreou em 1995, com um orçamento de US$ 95 milhões e faturou mais de US$ 336 milhões na bilheteria mundial.


Postar um comentário

0 Comentários